Rodovia do Calcário vai ser asfaltada

A licitação para a execução da obra foi autorizadaRodovia do...

O governador Daniel Pereira autorizou o Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER) a dar início ao processo licitatório de um lote de 10 quilômetros, referente ao asfaltamento da RO-133 (Rodovia do Calcário), nas região dos municípios de Espigão D’ Oeste e Pimenta Bueno.

 

O diretor-geral do DER, Luiz Carlos Katatal, apresentou neste dia 18, os detalhes do projeto de pavimentação da Rodovia do Calcário ao governador Daniel Pereira, em reunião que contou com a presença de setores de Planejamento, Orçamento e também da Casa Civil. Conforme a Coordenadoria de Obras do DER, a Rodovia do Calcário tem 50 quilômetros de extensão, e seu projeto foi dividido em cinco lotes, cada um com 10 km.

 

Em média, o processo licitatório demora cerca de 60 dias. O projeto está pronto no DER e será encaminhado à Superintendência de Licitações (Supel), para que seja marcada a data de apresentação das propostas.

 

Após consultar as gerências financeiras, o chefe do Executivo estadual autorizou o DER a iniciar o processo de licitação. Os 10 km que serão licitados estão orçados em cerca de R$ 11 milhões. O recurso da obra é proveniente da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), de imposto  incidente sobre a importação e a comercialização de petróleo e seus derivados, gás natural e seus derivados, e álcool etílico combustível. “Já fomos informados que a utilização deste recurso precisa do aval do Ministério dos Transportes, e que esta etapa já foi vencida pelo governo”, frisou Pereira.

 

Rodovia do Calcário

O projeto de pavimentação da RO-133 interliga a usina de calcário do Governo até a cidade de Espigão D’ Oeste.  A rodovia, de acordo com o coordenador operacional do DER, Thiago Fajardo, também tem sua importância pelo escoamento da extração do manganês e produção agropecuária crescente em toda a região da rodovia. “Pelo menos 160 carretas bitrem (ida e volta) transitam diariamente pela Rodovia do Calcário”, destacou Fajardo.

 
Fonte: Secom – Governo de Rondônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.