Combate ás fraudes: Homem que tentava obter benefício com documentos falsos é preso em flagrante

Detenção ocorreu em agência da Previdência Social no centro de Goiânia (GO), no dia   (6)

Um homem que portava documentos falsos e tentava restabelecer um benefício de amparo social ao idoso foi preso em flagrante.

Ele foi detido na Agência da Previdência Social (APS)  pela Polícia Militar. Os agentes policiais verificaram que o suspeito estava acompanhado de mais três pessoas, e todas foram conduzidas à Superintendência de Polícia Federal em Goiás.

No sistema de agendamento do INSS, constatou-se também que havia o requerimento de um novo benefício em nome de outra pessoa, ainda que a foto do suposto beneficiário e a do homem detido fosse a mesma. A ação possibilitou a identificação de prejuízo de R$ 1.274,00 decorrente de pagamento indevido feito antes mesmo da suspensão do benefício. Se o restabelecimento tivesse tido êxito, o prejuízo futuro poderia alcançar R$ 42.000,00, considerando-se a expectativa de vida do beneficiário, conforme tabela de mortalidade do IBGE.

A ação contou com a participação da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária (COINP) da Secretaria de Previdência do Ministério da Economia e com a cooperação do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Força-Tarefa Previdenciária – A Força-Tarefa Previdenciária é integrada pela Secretaria de Previdência, pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal, combatendo de maneira integrada os crimes contra o sistema previdenciário. Na Secretaria de Previdência, a COINP é a área de inteligência responsável por identificar e analisar as distorções que envolvem indícios de fraudes estruturadas contra a Previdência.

Informações para a imprensa/Previdência
Foto: Ilustração
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.