Maio Amarelo: escolas municipais pedem respeito à sinalização em campanha de conscientização

Faixa amarela em frente às escolas precisa estar livre para o transporte escolar

A faixa amarela em frente às escolas é reservada para o transporte escolar, no entanto, muitos motoristas não colaboram com os ônibus que levam as crianças e estacionam nos locais reservados para eles. Aproveitando o Maio Amarelo, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) está realizando uma campanha de conscientização com os pais de alunos para tentar diminuir os transtornos e atrasos gerados nas rotas do transporte escolar devido à falta de espaço para os veículos estacionarem.

“Neste mês abraçamos a campanha Maio Amarelo, o mês de conscientização do trânsito, e pedimos mais respeito no horário de embarque e desembarque em frente às escolas. Para que nossos alunos cheguem no horário na escola e em casa, também contamos com a sua colaboração”, lembra a professora Vivian Repessold, secretária municipal de Educação.

O prefeito Eduardo Japonês acompanha a problemática e destaca que o transporte escolar precisa da colaboração de todos. “Mais de dois mil alunos usam o transporte escolar e algumas escolas chegam a receber mais de 10 ônibus no início ou no fim das aulas, sendo que alguns deles fazem até 6 paradas. Os poucos minutos que eles perdem esperando os motoristas, se acumulam e podem significar até uma hora a mais para os alunos dentro do ônibus. Por isso, a frente da escola, nas faixas amarelas, deve estar livre”, explica Japonês.

Rogério Venâncio, que é pai de alunos do transporte escolar e morador da zona rural, faz apelo aos condutores. “Queremos que as pessoas respeitem mais as regras de trânsito em frente às escolas, porque tem muita criança ali. Os meus são pequeninhos e tem que ter muito cuidado. As crianças chegam atrasadas e esses atrasos acontecem por isso mesmo, por negligência dos motoristas que não tem paciência de esperar alguns minutos para as crianças embarcar nos ônibus ou abrir espaço para o ônibus estacionar em frente à entrada”, desabafa.

O diretor da escola municipal Cristo Rei, Walmir Junior, também reforça o pedido. “Os pais devem respeitar a faixa amarela na frente das escolas aqui na escola Cristo Rei e em todas as escolas, afinal, o atraso de uma é o atraso de todas. Contamos com a colaboração dos pais”, completa.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.